Alienação em doses maciças

5 12 2011

Remédios, auto-ajuda, telenovela: tudo o que você precisa para viver!

As imagens abaixo reproduzem as capas de 4 revistas semanais de informação do Brasil, uma do Reino Unido e uma dos EUA, todas publicadas no final de novembro de 2011. Enquanto importantes revistas estrangeiras e a nacional Carta Capital tratam de um tema relevante – a crise na Zona do Euro e a queda do corrupto primeiro-ministro italiano -, Veja, Época e Istoé preferem ficar no rame-rame eterno das capas sobre “novas técnicas de rejuvenescimento”, telenovelas e entretenimento. Jornalistas que trabalham nesse tipo de empresa consideram-se bem “moderninhos”, mas na verdade suas capas parecem repetir-se indefinidamente no tempo. Essas capas de Veja, Época e Istoé poderiam muito bem ser de 1990, 1995, 2001, 2003… Presos a um eterno presente, sem compreender as transformações de seu país e de seu mundo, os leitores dessas revistas permanecem na ilusão de estar bem informados. Publicitários e anunciantes (que enchem as páginas dessas revistas com doses extras de alienação) agradecem.