Ainda sobre os padrinhos

27 02 2009

Há algum tempo atrás, famoso banqueiro pego com a boca na botija, bem conhecido na privataria nacional (operação que nos proporcionou os inesquecíveis telefonemas do Mendonça de Barros sobre a “forçada de barra” para os fundos de pensão entrarem com o capital para entregar a Telemar de mão beijada para o Daniel Dantas…), condenado sucessivamente nos tribunais dos EUA e do Reino Unido, foi preso na operação Satiagraha, mais ou menos ao mesmo tempo que o Pitta (outro famoso). Este último apareceu nos telejornais sendo preso de pijama pela PF. Ah, pra quê…

Imediatamente o grande Gilmar Mendes chamou toda a mídia nacional para um discurso emocionado em defesa dos pobres tubarões inocentes, tão malvadamente expostos pela polícia à sanha da condenação popular… E cuidou de dar não apenas um, mas dois habeas corpus – o segundo passando por cima, a jato, de todas as instâncias judiciais do país, o que segundo o juiz aposentado F. Maierovitch, deveria valer-lhe um impeachment. O momento que mais me emocionou foi quando Mendes disse que analisa habeas corpus de qualquer cidadão, até mesmo se for escrito em papel de pão [risos, muitos risos]. Ok, Mendes, se eu for preso vou tentar usar do mesmo direito de Daniel Dantas.

Saiu a súmula das algemas (a súmula “Daniel Dantas”). No país em que existe a famigerada “prisão especial” para a minúscula minoria que tem diploma de nível superior (tipo um título de nobreza), agora fica claro para qualquer bom entendedor: algema e exposição à execração pública anterior à condenação, só para pobre, ok?

Sim, todo mundo já sabia. Isso é meio feudal, mas é assim que deve ser, do ponto de vista da nossa elite neandertal. Os jornais todos os dias provam ter entendido muito bem a lição. Suspeito rico tem que aparecer na coluna social. Suspeito pobre vai na capa, bem exposto.

Quem mandou não ter facilidades e amigos no STF?

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: